Blog

Forro de Gesso ou Drywall — Qual oferece o melhor custo-benefício?

 
Está pensando em construir ou reformar e está se perguntando: qual o melhor, forro de gesso ou drywall? Essa é uma dúvida comum.

Quando se trata de escolher o acabamento para o teto, muitos aspectos entram em jogo. Não é apenas sobre decoração e iluminação; é também sobre funcionalidade e praticidade.

Tanto o forro de gesso quanto o drywall têm suas vantagens e desvantagens. O forro de gesso é conhecido por sua durabilidade e capacidade de absorver som, criando um ambiente mais acolhedor e confortável.

Por outro lado, o drywall oferece flexibilidade de design e facilidade de manutenção, o que pode ser ideal para aqueles que buscam soluções práticas e eficientes.

Se você está em dúvida entre usar forro de gesso ou drywall na sua obra, confira este artigo e entenda:

  • as semelhanças entre o forro de gesso convencional e o drywall;
  • as vantagens e as desvantagens de optar pelo forro de gesso convencional;
  • as vantagens e as desvantagens de escolher o drywall para sua obra;
  • qual é a escolha certa, forro de gesso ou drywall, para ter a melhor relação custo-benefício;
  • a importância de investir em drywall de qualidade para o revestimento de teto da sua obra.

As semelhanças entre o forro de gesso e o drywall

Ambos os materiais também compartilham a característica de serem utilizados como acabamento para tetos e paredes internas, proporcionando um visual liso e uniforme aos ambientes.

Além disso, tanto o forro de gesso quanto o drywall são conhecidos por sua capacidade de oferecer isolamento térmico e acústico, tornando-os escolhas populares em projetos residenciais e comerciais.

Ambos os materiais apresentam uma semelhança importante: a versatilidade. Eles permitem moldagens e adaptações para criar uma variedade de designs e detalhes decorativos, atendendo às preferências estéticas dos clientes.

Ambos os sistemas também são relativamente leves em comparação com materiais de construção tradicionais, facilitando o transporte, manuseio e instalação.

Além disso, tanto o forro de gesso quanto o drywall oferecem uma superfície lisa e uniforme, que pode ser pintada ou revestida com papel de parede para personalizar o ambiente de acordo com o estilo desejado.

Essas semelhanças tornam o forro de gesso e o drywall opções viáveis para uma variedade de projetos de construção e reforma, oferecendo benefícios estéticos e funcionais aos usuários.

As vantagens e as desvantagens de optar pelo forro de gesso

Os forros de gesso são uma opção popular para revestir tetos devido à sua praticidade e versatilidade. Essas estruturas pré-moldadas consistem em placas individuais de gesso que são fixadas no teto, formando um acabamento uniforme e elegante.

Cada placa tem aproximadamente 60 x 60 cm e cerca de 2 cm de espessura, o que as torna fáceis de manusear e instalar.

A ligação entre as placas ocorre usando uma massa de gesso e sisal, uma fibra especialmente desenvolvida para garantir uma união sólida e duradoura. Essa técnica de instalação permite uma montagem rápida e eficiente, reduzindo o tempo e os custos da obra.

Além disso, os forros de gesso oferecem uma excelente base para a aplicação de acabamentos decorativos, como pintura, textura ou aplicação de molduras.

Sua versatilidade permite criar diferentes estilos e designs, adaptando-se às necessidades e preferências de cada ambiente.

Conheça as vantagens e desvantagens de usar esse tipo de material em uma obra:

 

Quais são as vantagens do forro de gesso?

Além da questão do preço acessível das placas, o forro de gesso oferece outras vantagens significativas. Sua maior densidade em comparação com o drywall proporciona uma proteção acústica superior, sendo uma opção ideal para ambientes onde o controle do som é importante.

Além disso, o forro de gesso permite uma grande variedade de acabamentos decorativos, incluindo molduras e sancas, que agregam beleza e personalidade aos espaços.

Outra vantagem é que a facilidade de manutenção permite realizar pequenos reparos ou ajustes de forma rápida e prática, sem a necessidade de grandes intervenções.

Ademais, o forro de gesso também é resistente ao fogo, proporcionando uma camada adicional de segurança em caso de incêndio.

Com todas essas vantagens combinadas, o forro de gesso se destaca como uma escolha versátil, econômica e funcional para diversas aplicações em projetos de construção e reforma.

Quais são as desvantagens do forro de gesso?

Entre as desvantagens do forro de gesso convencional está sua instalação, que requer um tempo maior de secagem e exige a contratação de mão de obra especializada para garantir  acabamento mais bonito e uniforme, sem ondulações.

Esse tipo de forro também é mais suscetível a mudanças de temperatura e pode rachar, trincar ou, ainda, apresentar amarelamento e escurecimento devido ao surgimento de mofo.

A aplicação inicial produz bastante sujeira, como poeira e micro resíduos, e o resultado final não permite fácil acesso às fiações internas, sendo necessário fazer uma perfuração no gesso e, após a realização da manutenção desejada, fechar novamente o revestimento, com um novo processo de lixamento e pintura.

As vantagens e as desvantagens de escolher o drywall para sua obra

O forro de drywall é composto por placas de gesso acartonado, fixados à laje por uma estrutura metálica resistente. Cada unidade mede, geralmente, 1,20 x 2,40m e tem espessuras de 12.5mm ou 15mm. Conheça as vantagens e desvantagens de optar por esse material:

Quais são as vantagens do drywall?

A instalação do drywall é uma de suas principais vantagens, isso porque é rápida, o que reduz o tempo de duração da obra, e não gera muita sujeira, se comparada a outras opções de revestimento, como o forro de gesso.

Além disso, o material é menos espesso, o que ajuda a ampliar o espaço vertical interno, e não sofre tanta influência da umidade, sendo mais resistente às exigências do ambiente, como variação de temperatura. Sobre este último item, o drywall é a opção que mais favorece seu controle.

Se for necessário fazer manutenção de qualquer item “escondido” pelo drywall, é possível desafixar as placas da estrutura de sustentação e recolocá-las após a finalização do trabalho, com lixamento e pintura, se necessário.

Em casos de mudança, então,o material pode ser removido, transportado e reaproveitado.

Quais são as desvantagens do drywall?

Além da limitação em ambientes externos devido à falta de resistência à água e aos raios solares, o drywall também pode apresentar vulnerabilidades em relação à umidade, especialmente se instalado incorretamente ou se houver vazamentos.

A presença de umidade pode causar danos às placas de gesso, levando a deformações, rachaduras e até mesmo mofo.

Outra desvantagem é a fragilidade do material, o que pode resultar em danos mais facilmente em caso de impacto ou pressão excessiva.

Além disso, o drywall pode ser mais suscetível a danos causados por insetos, como cupins, se não for devidamente protegido ou tratado.

Por fim, apesar de sua versatilidade e praticidade, o drywall pode exigir mais cuidado durante a instalação para garantir uma superfície uniforme e resistente, o que pode aumentar o tempo e os custos do projeto.

Sendo assim, considerar essas desvantagens é essencial ao decidir se o drywall é a escolha certa para um determinado ambiente ou projeto de construção.

Saiba escolher entre forro de gesso ou drywall

Forro de gesso ou drywall: a escolha certa para ter a melhor relação custo-benefício

O forro de gesso convencional, embora mais econômico em termos de custo inicial, pode apresentar desafios em termos de instalação e manutenção.

Sua maior densidade proporciona uma proteção acústica superior, mas também torna a instalação mais complexa e demorada. Além disso, reparos ou ajustes no forro de gesso podem ser mais trabalhosos, exigindo habilidades específicas e mais tempo.

Por outro lado, o drywall oferece uma instalação mais rápida e simples, além de ser mais leve, o que facilita o transporte e manuseio das placas.

Sua versatilidade também é uma vantagem, pois permite uma variedade de acabamentos e detalhes decorativos.

Ambos os materiais podem oferecer resultados satisfatórios em termos de durabilidade.

No entanto, o drywall pode ser mais resistente à umidade, tornando-o uma escolha preferível para ambientes sujeitos a condições úmidas, como banheiros e cozinhas. Além disso, é importante ressaltar que, ao considerar a durabilidade, a instalação correta e os cuidados adequados desempenham um papel fundamental.

Em suma, a escolha entre forro de gesso e drywall dependerá das necessidades específicas de cada projeto, bem como das preferências do cliente em termos de custo, praticidade e estética.

Ambos os materiais têm suas vantagens e desvantagens, então, cabe aos profissionais da construção e aos proprietários decidir qual deles oferece a melhor relação custo-benefício para sua aplicação específica.

A importância de investir em drywall de qualidade para o revestimento de teto da sua obra

Escolher um revestimento de qualidade para o teto é uma decisão importante em qualquer construção. Além de proporcionar um visual bonito, ele também influencia na segurança e no conforto do ambiente. Um bom exemplo de modernidade e sofisticação é a possibilidade de criar diversos tipos de rebaixamento de teto com o drywall.

Na Plack, entendemos a importância de oferecer uma solução completa para instalação de drywall para nossos clientes. Sendo assim, com anos de experiência no mercado de sistemas construtivos, garantimos obras mais rápidas, limpas e versáteis. Portanto, nosso objetivo é tornar seus projetos de construção e reforma mais práticos e eficazes.

Sua escolha entre forro de gesso e drywall ficou mais fácil agora. Para se aprofundar no assunto e saber mais sobre sua utilização e acessórios necessários à instalação, conheça os tipos de cantoneira para drywall oferecidos pela Plack.

Estamos aqui para ajudar você a alcançar os melhores resultados em seu projeto!

Compartilhe nas suas redes sociais

Faça uma busca

Central de Atendimento

Temos uma equipe completa para ajudar
Form Plack Salesforce