A SOLUÇÃO COMPLETA PARA A SUA OBRA!

Como o Drywall ajuda na sustentabilidade

Drywall, Steel frame 16 maio 2023

No contexto atual, optar por um sistema de construção a seco vai além dos diversos benefícios que já apresentamos por aqui. O Drywall é capaz de muito mais, pois se mostra um método à frente de seu tempo. Dessa forma, aprender como o Drywall ajuda na sustentabilidade é de suma importância para uma escolha bem feita. 

O artigo é fonte de conhecimento, em que a história se alia com precisão. 

Vamos lá?

Como o Drywall ajuda na sustentabilidade: contexto histórico

A indústria acompanha as novidades, e na construção civil não seria diferente. Nesse sentido, existem três fatores que justificam a atual Indústria 4.0.

  1. A tecnologia está em constante avanço;

  2. O mercado é produtivo e mais amplo;

  3. A desatualização é inevitável em relação a alguns materiais.

Eventualmente, também é inevitável não relacionar a Indústria 4.0 a como o Drywall ajuda na sustentabilidade. Um está ligado ao outro! Dessa forma, segundo o CBS (Conselho Brasileiro de Construção Sustentável), os números de desperdício de recursos naturais (70%) e da água (20%), a exemplo de ambientes urbanos, são o oposto do que a Indústria 4.0 pode oferecer. 

As empresas ganham benefícios únicos! Através do progresso das etapas da obra, os clientes sabem que uma construção sustentável tem duração menor. Igualmente, o Drywall é a prova da redução de custos, com precisão avantajada.

Mais um aliado para conhecer como o Drywall ajuda na sustentabilidade!

Ao mesmo tempo em que o Drywall oferece uma ótima performance em sustentabilidade, o mesmo pode ser dito quando o Steel Frame é um aliado. Os sistemas de construção podem se complementar, pois ambos garantem a redução de entulhos e a diminuição de água. 

 Bônus! O Drywall ajuda na sustentabilidade de outras maneiras!

A autoridade fala o essencial. Conforme as diretrizes da Associação Brasileira do Drywall, o Drywall é um sistema sustentável, acima de tudo,  por quatro pilares:

  1. Adequação. A energia tem pouca demanda na produção. Logo, a reciclagem de todos os resíduos é assegurada;

  2. Socialmente justo. A valorização é visível na mão de obra e em todas as etapas de manuseio. Desse modo, a renda dos profissionais aumenta, bem como o esforço físico. A analogia é feita em vista dos sistemas construtivos convencionais.

  3. As qualidades desfrutam do reconhecimento. Embora com todas as vantagens acima, nunca é demais falar que a leveza, rapidez e precisão na montagem, bem como os baixos dejetos gerados são pontos positivos. Ou seja, a economia sai ganhando.

  4. A aceitação é cultural. De maneira idêntica ao item anterior, o progresso na construção associa a inteligência conforme a liberdade criativa.

A prova de que o Drywall ajuda na sustentabilidade são os profissionais e empresas que aderem ao sistema construtivo, sobretudo pelo baixo impacto ambiental. Os resíduos representam cerca de 5% do peso do material. Como resultado, temos a discrepância dos 30% da alvenaria tradicional. O Drywall é facilmente recolhido e transportado para os destinos de reciclagem.

De acordo com a Associação Brasileira de Drywall, tanto as sobras de aço galvanizado quanto as chapas de Drywall têm aplicações palpáveis e proveitosas na reciclagem. 

A indústria metalúrgica reaproveita os metais. Logo, os perfis de aço galvanizado já possuem um mercado reciclável tradicional no meio. As chapas de Drywall são produzidas à base de gesso, dessa forma, são contempladas por três junções. A indústria de cimento consegue se beneficiar, tanto quanto a agricultura. E tem mais! A reciclagem é feita no próprio campo de transformação de gesso. 

Nos acompanhe para sempre se manter informado!